Vector Image
top of page
  • Foto do escritorKarla Stephen

Um dia perfeito em Madrid




Chegamos em Madrid pela estação de trem Atocha. E pegamos um táxi até o hotel. E pagamos 14,00 euros. 


Nosso hotel em Madrid foi o Eurostars Madrid Gran Vía – Calle de Leganitos, 13. E foi uma excelente escolha! Ele por fora parece ser simples, mas por dentro é simplesmente lindo. Os móveis das áreas comuns, o quarto, banheiro. Tudo lindamente decorado e confortável. 


Sem falar na localização. Tem tudo ali perto! Várias opções de restaurantes, bares, mercados, cafeterias. Sem falar que para o centro e principais pontos turísticos você vai a pé. 


Como chegamos já bem no final da tarde, deixamos as malas e fomos ver o que tinha por perto. 

De cara já amei que tinha uma Zara bem pertinho – Calle de Preciados, 18.


Europa não é um destino de compras, mas eu estava na terra da Zara. Jamais poderia resistir a ela. Os preços simplesmente 1/3 do Brasil. 

Depois de passear pela praça de Santo Domingo e ruas paralelas, escolhemos jantar no Parrilla El Gaucho - Calle de Preciados, 42. 

Adoramos o local, a agilidade no atendimento, os pratos, o preço. 



Super recomendamos! 


No dia seguinte saímos para conhecer Madrid. Passamos pela Plaza Santo Domingo que fica quase na esquina do hotel. Uma grande praça com cinema e tudo aquilo que mencionei acima. 



E chegamos na Plaza Mayor de Madrid que fica localizada no centro. Ela é toda no estilo barroco. Após alguns incêndios, ela foi reconstruída e reformada algumas vezes. 



Ao final da Guerra Civil, ela recebeu esse nome. Mas no século XV, tinha o nome de Plaza de Arrabal, depois Plaza de La Constituición, depois Plaza Real e depois Plaza de La República. 


Na Plaza temos a Estátua de Felipe III, criada em 1616 e foi um presente do Duque de Florença ao Rei Espanhol. Bem como a Casa da Padaria, que é o edifício mais importante e o primeiro a ser construído em 1590. Já foi a padaria mais importante de Madrid. 


Depois fizemos uma pausa para comer algo bem típico que são as porras com chocolate. Que coisa mais deliciosa, por sinal!

Porras são parecidas com os nossos churros. Só que não tem recheio. É servido com chocolate quente cremoso. 



Eu não sei se em Madrid tem porras com chocolate quente mais gostoso que da Chocolateria San Ginés, mas posso garantir que foi o melhor chocolate quente cremoso que já provei na vida! E isso faz toda a diferença nas porras. Uma vez que a massa é simples, como dos nossos churros. 


A diferença é que eles colocam mais bicabornato para que a massa cresça.

Ou seja, o que difere para os churros que conhecemos é o tamanho e a forma como é servido. 


O atendimento deixa um pouco a desejar. Rotatividade muito grande de clientes, o que faz com que você seja apenas mais um cliente. Mas vale à pena experimentar. Como disse, o melhor chocolate que já provei na vida!


Chocolateria San Ginés, Pasadizo de San Ginés, 5.


De lá seguimos para a Plaza del Oriente, que fica no centro histórico.



No centro da praça, uma estátua de bronze, de Felipe IV montado a cavalo. A primeira do mundo a sustentar-se em pé, sobre as duas patas traseiras. E foi criada com a ajuda de Galileu Galilei.


Além do belíssimo jardim imenso, muitas esculturas, o Palácio Real também chama atenção ao fundo. É o maior da Europa Ocidental e um dos maiores do mundo. 


Em 1734, após um incêndio , Felipe V mandou construir o atual palácio.

Com uma área de 135 000 m² e 4318 quartos, foi residência real de Carlos III ao reinado de Alfonso XIII. Mas embora não seja habitado pelos atuais monarcas, o recinto permanece como a residência oficial dos reis.


Atualmente, o Rei o utiliza somente para ocasiões de gala, almoços, recepções oficiais, entregas de prémios e audiências. A Família Real optou por viver no Palácio da Zarzuela.


Atrás do Palácio foi recém inaugurado o miradouro da Cornisa. O acesso é gratuito feito por belos e imponentes portões. 

De lá pode-se desfrutar de uma bela vista para os Jardins do Campo del Moro e Casa de Campo. 


Ao lado do Palácio tem a Catedral de Santa Maria a Real de Almudena. Que foi dada como concluída em 1993. E consagrada pelo Papa João Paulo II, na sua quarta viagem à Espanha, em 1993. É a primeira catedral espanhola consagrada por um papa e a primeira consagrada por João Paulo II fora de Roma. 



E chegamos no Mercado de San Miguel. Com certeza o mercado mais charmoso que já visitei. Ele tem um conceito gourmet diferente, pela variedade de produtos. E chama muito a atenção pela beleza tanto por fora como por dentro, todo trabalhado em ferro e muito bem projetado internamente. Tudo muito limpo. As vitrines impecáveis. Eles se preocupam muito com a apresentação. 


O Mercado de San Miguel é uma parada obrigatória! Perfeito para uma pausa para o almoço ou qualquer hora do dia, já que em alguns dias fecha meia noite e outros às 2h da madrugada. 



O difícil é decidir o que pedir já que tudo agrada. São pra mais de 30 opções de lojas com frutos do mar, azeitonas, frios, tapas, queijos, bocadillos, cervejas, vinhos, doces e outros. 


Ele fica em frente à Plaza de San Miguel, bem ao lado da Plaza Mayor. 

De lá passamos na Puerta del sol que representa o verdadeiro coração de Madrid, por conter o quilômetro zero. Ou seja, os números dos endereços de Madrid são contados a partir dali.  


Lá está um dos símbolos da capital espanhola, a escultura do Oso y el Madroño (Urso e o Medronheiro). O urso representa o brasão de armas de Madrid e o medronheiro, uma árvore típica da região. 


Também tem O Relógio da Casa de Correios e é famosa pelo Ano novo, onde uma multidão se reúne na praça para comer doze uvas da sorte durante a contagem regressiva.



Eu não achei que iria me apaixonar por Madrid, como me apaixonei. 

Cidades grandes nunca são as minhas preferidas. As conheço porque acho importante. Mas amo conhecer cidades menores na Europa, por serem mais tranquilas tanto na movimentação de pessoas, como pela facilidade de locomoção a pé. 


Mas Madrid me surpreendeu de forma muito positiva. A localização do hotel contou muito. Mas diferente de Barcelona, em Madrid me senti mais à vontade e segura para caminhar, sem muitas preocupações, justamente como me sinto em cidades menores da Europa. 


Com certeza, em breve volto, a Madrid. 



Uma curiosidade sobre Espanha é que os pets lá fazem parte da vida dos seus tutores. Indo com eles em todos os lugares. A mercados, restaurantes, lojas, e até para o trabalho. Os pets fazem parte da rotina de seus tutores, quase que 24h/dia. Tanto que nos estabelecimentos tem “estacionamento” para pets. 


 

Deseja vivenciar uma experiência inesquecível como essa? Entre em contato conosco na Milessis Operadora e descubra as maravilhas de Madrid. Estamos ansiosos para tornar a sua viagem uma jornada única e memorável. Reserve agora e prepare-se para momentos incríveis!




8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

תגובות


bottom of page